sexta-feira, 31 de agosto de 2012

Mulheres do Século XXI




Há umas semanas li algo no mural de uma amiga sobre uma dita notícia de um Jornal que fazia alusão á Marcha das Galdérias … sendo que fiquei curiosa e procurei a dita notícia onde eram citados alguns testemunhos de homens que se “queixavam” sobre os avanços das mulheres, chegando mesmo a dizer que se sentem incomodados com os piropos e o facto de uma mulher ser atrevida e dizer abertamente o que pretende [ai esta eu bem digo que assusto os homens] ou seja estes senhores não gostam de mulheres que demonstrem ser sexualmente activas …
Mas vamos lá a ver se entendi bem … OS HOMENS NÂO GOSTAM QUE AS MULHERES SEJAM ASSIM … ACTIVAS???
Pelo que li supostamente uma MULHER SERIA não gosta de SEXO …

Então expliquem-me lá porque procuram mulheres desinibidas … mulheres que sabem o que querem e do que gostam … se no fundo os homens não gostam de mulheres que manifestem abertamente o seu desejo … já que parece que este tipo de mulheres não serve para um relacionamento … muito menos para casar.

Desculpem lá mas até a mais sonsa das mulheres gosta de sexo … PORQUE TODAS AS MULHERES GOSTAM DE SEXO … mas existem aqueles que falam abertamente sobre o tema, sem tabus, sem restrições e que o demonstram e existem as que brincam ao faz de conta ou seja as dissimuladas, para elas o sexo é tema tabu …

E para que fique bem claro não faço parte desse segundo grupo … SEXO SIM EU GOSTO E NÃO TENHO MEDO DE O DIZER E DEMOSTRAR …

NÃO SOU SANTA NEM GALDÉRIA SOU SIMPLEMENTE MULHER … MULHER QUE GOSTA DE SE SENTIR AMADA … DESEJADA … TAL COMO AMA E DESEJA … QUE O DEMONSTRA SEM TABUS … MAS QUANDO DIGO NÃO É NÃO PORQUE AQUI SÓ MORDE QUEM EU DEIXO E O FACTO DE TER UM BLOG ERÓTICO/SENSUAL NÃO FAZ DE MIM UMA GRANDE MALUCA! BRINCAR E PROVOCAR SIM! MAS APENAS VIRTIAL. NÃO ULTRAPASSO ESSA BARREIRA E NÃO ESTOU INTERRESADA EM TER BLIND DATES NEM NADA DO GÉNERO … NÃO SOU UMA “MARIA VAI COM TODOS” E PARA UM HOMEM ME CONQUITAR TEM MUITO CAMINHO A PERCORRER … 

quarta-feira, 29 de agosto de 2012

Sabes???


Sabes, quando olho para ti, desejo-te
Não te desejo pelo que vejo mas pelo que sei de ti
Mesmo quando olho para pequenos pormenores que te desagradam em ti, desejo-te
Desejo ter só para mim esses cabelos brancos que lamentas, as rugas junto aos olhos que analisas ao espelho e que me dizem que és um homem maduro, vivido, ferido por dentro talvez … e é ainda esse mesmo desejo que despertas com a ternura com que me abraças e em que acordo todos os dias contigo ao meu lado
É assim o meu desejo por ti com AMOR
O mesmo AMOR com que te desejo 



terça-feira, 28 de agosto de 2012

Il mio PECCATO

LUXURIA

IRA

GULA

ORGULHO

 PREGUIÇA 


Estes são os meus pecados e o teus quais são????


Desejo-te


Desejo esse corpo que conheço tão bem.
Desejo-te.
Desejo essa boca na minha.
Essas mãos a percorrerem o meu corpo.
Desejo esse olhar de tesão.
Desejo-te.
Desejo esse teu toque que me arrepia.
Esses lábios nos meus seios.
Desejo esse bafo louco por mim.
Desejo-te.
Desejo esse olhar cheio de tesão.
Esse olhar que me possui sem me tocares.
Desejo que me possuías e que me faças tua.
Desejo-te.
Desejo essa mistura de sensações.
Essa mistura de sentimentos.
Desejo.
Desejo-te aqui.
Para mim.

segunda-feira, 27 de agosto de 2012

Tenho SAUDADES




Tenho saudades do teu corpo.
Da forma ardente como me beijavas.
Do toque suave e quente das tuas mãos.
Do teu corpo colado ao meu.
Dos teus dedos penetrando-me em estocadas fortes e ritmadas.
Da tua boca nos meus seios.
De ti dentro de mim.

Tenho saudades...
De como nos enrolávamos na minha cama.
De como me davas prazer e me levavas à loucura.
Das fantasias que partilhávamos ao ouvido.
Das palavras provocantes que me dizias.
Dos encontros que marcávamos ao entardecer.
Das promessas de paixão.

Tenho saudades.
Quero-te de novo aqui.
Com a tua boca colada à minha.
Com as tuas mãos nos meus seios.
Com o teu mastro dentro de mim.
Com o teu corpo colado ao meu.
Quero voltar a sentir o teu tesão.
As contrações da minha rata.
O suor do teu corpo.
O gosto dos teus beijos.
O toque das tuas mãos.

Tenho saudades.

domingo, 26 de agosto de 2012

Arrepio .................

Porque a noite chegou de mansinho, anunciada por um céu em tons laranjas, vermelhos e azuis … e lentamente, ficou a chamar o teu nome.
Vezes sem fim, repetidamente, sem cansaço.
O teu nome nas luzes que refletem nas pedras da calçada, nos olhares dos outros, nas estrelas, nos becos e nas ruas, na musica, no silêncio, nas vozes dos bichos e dos anjos … em todos os lugares o teu nome. 



Fecho os olhos, inspiro. Sorrio.
É hoje. É hora. É agora …
Vou sair por aí … e com estas mãos tocar o amor, num toque de pólen para depois lembrar.
Hoje eu vou deixar …
Deixar que a pele grite …
Deixar que a pele queime …
Deixar que a pele arrepie …
Que a alma vagueie, destemida, por entre todos os lugares.
Sorver a vida assim, numa taça de champanhe, na pressa de quem não quer acabar.
Na lentidão de todos os sentidos, num torpor … com a precisão do tempo, nem antes nem depois.
Ser carne, alma, corpo, ser suor, tesão, paixão, sangue, ser coração acelerado, ser ponte, ser rio, ser mar … ser travo a saliva, ser desejo, ser vontade, ser alfa e ser ómega, ser jogo e jogar, ser dama e ser eu … ser tudo e ser nada.
Dar tudo sem nada dar.
Sem nunca deixar de ser …
Hoje será assim.
Não foi ontem porque não era tempo, não será amanhã.
Amanhã será tarde demais.
É neste instante, neste momento.
Não pode ser doutra maneira.
Hoje quero seja assim.
Sentir o arrepio, o vazio, todas as galáxias em mim …
É noite lá fora … e eu vou deixar.
Deixar que a paixão entre devagar. 

[ouvindo]




sábado, 25 de agosto de 2012

Segredos ...

“Em cada um de nós há um segredo, uma paisagem interior com planícies invioláveis, vales de silêncio e paraíso secretos.”

Antoine de Saint-Exupéry




[Tenta desvendar os meus segredos]

Bom na cama ...



Todos os homens acham-se bons na cama … todos pensam que com ele nunca mulher nenhuma lhes fingiu um orgasmo … rsrsrsrsrsrsrsr … tolos …

Homem bom de cama trabalha muito antes de chegar precisamente lá.
Encosta-me pelas paredes das ruas, vai-se roçando em mim, vai despertando os desejos, provocando tesão.
Despe-me. Homem bom de cama te que me despir, de explorar cada milímetro de pele que vai ficando a descoberto. Percorrer todos os cantos sem se fixar no cu, nas mamas, na …
Despe-se por completo … nada de ir para a cama com as peúgas ou a camisa ou outra peça qualquer.
Homem bom de cama explora o corpo com delicadeza, com sensualidade na ponta dos dedos … não mexe pensando que está a pôr o dedo no gargalo de uma garrafa de cerveja … sabe onde deve fazer pressão, sabe onde deve tocar tão ao de leve como uma brisa.

Homem bom de cama sua (o suor excita) altera posições, agarra-me como se tivesse medo que lhe escape por entre os dedos.
Homem bom de cama tem que ter sensibilidade, falar comigo … sejam palavras bonitas ou menos bonitas. Não fica ali calado como se estivesse a fazer um favor. E não urra. Aqueles urros que até parece que vão ter um ataque cardíaco a qualquer instante … parecendo mais um animal em sofrimento [gemer não é urrar].
Homem bom na cama, entre tirar roupa e o orgasmo tem que durar mais que 15 segundos.
Homem bom na cama não se vira para dormir deixando a sensação de uso em mim … depois do sexo vem outro tipo de amar. Mesmo que seja só por uma noite.
Não tem pudor. Não pode ter … tem que ser livre e fazer-me sentir assim também.
Envolve-me o corpo com o seu corpo e não me vê como uma acrobata.
Homem bom na cama mostra-me o desejo, leva-me a perder os sentidos e a querer perder-me neles.
Ri, é bom rir.
Que o sexo seja sempre uma mistura de gozo, de palavras, de cheiros, de sabores.
Homem bom na cama não pergunta:
- Foi bom? Gostas-te?
Ó por favor … e isso lá se pergunta? Isso vê-se! Depois, horas depois, já pode perguntar.
Tem que ser seguro … mostrar que sabe o que faz e que sabe fazer …
Geme … suspira … tem mil dedos … mil vontades …
E eu acompanho-o.
Por mais estranho que possa parecer, nunca somos precisamente iguais na cama … com uma pessoa somos algo, com outra já não somos bem assim … isso é determinado pelo momento e por tudo o que a pessoa com quem estamos nos faz desejar.
Pronto, isto claro, se a ideia que tenho não estiver muito longe da realidade …
Mas a verdade é que em questões de cama só há dois tipos de homens: os bons e os outros.


sexta-feira, 24 de agosto de 2012

Queres??



Não quero que fiques assim deitado no escuro do teu quarto, fixando o vazio … não te deixes embalar por musicas que passam na rádio e que te fazem lembrar momentos que não voltarão a acontecer … não deixes que a luz da lua trespasse os estores e te faça sentir só …

E se eu, devagar, me chegasse a ti e te beijasse, ao de leve, essa boca que ainda murmura o meu nome no silêncio e no vazio das madrugadas que te parecem eternas?
E se te seduzisse devagar, na timidez dos sentidos?
E se te sentasses na cama, meio perdido nos lençóis que poderíamos mais tarde amarrotar, e me visses assim, a despir-me lentamente para ti?

E se te olhasse com olhares de desejos carnais enquanto me chegava mais perto?
E se te tocasse no peito baixo da t-shirt com que dormes, te arranhasse ao de leve a pele que quero rasgar?
E se, no teu tronco nu, passasses a língua descendo até ao teu umbigo … e subisse outra vez, até à curva do teu pescoço, saboreando o cheiro da tua pele que queima … e numa respiração ofegante, ao teu ouvido te dissesse: POSSUI-ME?
E se tocasse o teu corpo com uma ânsia cada vez maior, descobrindo cada pedacinho teu, te sugasse o sexo, te endurecesse a alma?
E se ficasse assim, perante ti … quase nua?

Que me dizes? Apeteço-te?

Falo de poesia ...



Falo de poesia pura, como se de pura
Abstração estivessem a tratar as mãos
Que despem esse corpo.
E quando passo de um verso
A outro, sabendo que a imagem vai nascendo
Deste movimento em que as palavras
Dançam na página, limito-me a seguir.
Os dedos que abrem botão após
Botão, e desfazem laço
Após laço, até descobrirem o que
Sabíamos que existia, sem nunca ter visto:
O belo, na sua exata proporção …
[desviado do mural de um amigo]

quinta-feira, 23 de agosto de 2012

Beijos



Há beijos de amor, de amizade, de paixão, de desejo
Beijos que seduzem, beijos que conquistam.
Beijos de despedida, que selam uma história ou prenunciam um recomeço.
Beijos … Na hora do beijo é impossível ser falso, dissimulado.
O beijo fala por si mesmo.
Traduz emoções.
Revela personalidades.
Anuncia um jeito de ser.
De amar, de sentir …




quarta-feira, 22 de agosto de 2012

Sexo...



Coisa deliciosa, ardente e sedutora
A palavra decência não existe e nem eu quero que exista, quero a insanidade.
Quero excitação, prazer, loucura e indecência.
Preciso beijar corpos sem culpa, chupar o que acho conveniente na hora do prazer, dizer as palavras pornográficas na intensidade que me deixa entregue e me torna a mulher que realmente sou.
Isso é viver.
Chega … não quero mais disfarces e nem mentiras.
Não sou puritana e sim puta na cama!!!!

Mariana Nascimento 

A paixão é como:



A paixão é como fogo: intensa, forte, quente, envolvente e extremamente sedutora.
Não manda aviso que está a chegar nem pede licença para entrar em nossa vida e fazer queimar todo o nosso corpo!
Eu comparo-a a uma masturbação.
Quando acaba é fria, vazia, calculista, solitária e extremamente egoísta.
Mas mesmo assim … é tão saborosa …

De olhos vendados ...


De olhos vendados procuro-te
Sinto o teu cheiro, sinto o teu aroma
Quero sentir-te, quero tocar-te
Fecha os olhos e viaja comigo
Neste barco de prazer
Num mar nunca antes navegado
Nunca antes explorado
Nunca antes percorrido
Entrega-te as minhas loucuras
Aos meus devaneios
De olhos vendados, como eu
Busca o clímax do prazer
Busca simplesmente o orgasmo
Ou múltiplos orgasmos
Simplesmente de olhos vendados
Entrega-te aos meus delírios
Rende-te, não resistas
Quero levar-te ao paraíso
Quero dar-te uma viagem de sonho

João Carlos Aleixo em “Devaneios”

Que posso fazer ...


Que posso eu fazer para te ter,
Sonho contigo,
Sabes que não te consigo esquecer,
Quero-te aqui comigo 

Deixa ...



Deixa minha boca te olhar,
Meus olhos te falar,
Minhas mãos te desvendar,
Meu corpo te ler,
Minha língua te decifrar …

- Maxuel Scorpiano -

Hoje apeteces-me ...



Hoje apetece-me …
Hoje apetece-me estar onde não posso
Fazer tudo aquilo que não devo [LOUCURAS SAUDÁVEIS]
Perder-me no pôr do sol apenas com teus braços a meu redor,
Olhar em teus olhos, esses que me enfeitiçaram, a olharem para mim …
Sentir teu toque suave na pele macia, nadar contigo no mar, ver tua pele salgada e dourada …
Hoje apetece-me estar onde não posso …
Apetece-me raptar-te, levar-te para um lugar calmo,
Contemplar-te … beijar-te, sentir-te
Hoje apetece-me tanto … tanta coisa!!!
Sabes, apetece-me VIVER!!! Contigo, para ti, para nós …


[Texto desviado do mural de um amigo]




terça-feira, 21 de agosto de 2012

Desejo-te ... parece que ofende

Desejo-te ... ofende ... como pode ofender??
Desejo-te como te posso ofender se te desejo 
Simplesmente DESEJO-TE 


 Estou triste ... 

Hoje ...

Hoje sinto-me ansiosa …
Inquieta …
Irrequieta …
[Preciso de um abraço tão somente teu.
De um acordar e olhar-te.
De um suspiro por não te resistir.
De guerra que sei transformar-se em paz.]



Desejos ...


Desejos vividos … sentidos à flor da pele!!
Palavras para quê …
Sabes bem que te DESEJO 

Saudades




Saudade é querer olhar seus olhos, te ver sorrir e escutar sua voz...
Saudade é viver com a dor da sua ausência
e sentir o silêncio da noite...
Saudade é não ter você aqui e o louco desejo de te tocar e te amar...
Minha saudade é você !


Renata Mangeon

Sinto Saudades ...



Sinto saudades de ti
Sinto saudades de mim
Sinto saudades de nós

Sinto saudades de ti
Dos teus beijos molhados
Dos teus suspiros apaixonados
Dos teus olhos extasiadados

Sinto saudades de mim
Dos meus carinhos assanhados
Dos meus desejos realizados
Dos meus segredos desvendados

Sinto saudades de nós
Dos nossos banhos mal terminados
Dos nossos corpos ardentes suados
Dos nossos sonhos não realizados

Sinto saudades de ti
Sinto saudades de mim
Sinto saudades de nós

Sinto saudades de ti
De um beijo seu que talvez não seja meu
De uma noite inteira ao lado seu
De um amor encantado que não cresceu no peito seu

Sinto saudades de mim
Da felicidade que não tinha fim
Da loucura que era sua entrega pra mim
De ter você enfim

Sinto saudades de nós
Das provocações matinais
Das carícias intencionais
Das preliminares fatais

Sinto saudades

Minha Nudez



Hoje quero sair para rua, dançar na chuva.
Tatuar teu corpo com o meu em chamas.



O Amor ...





É que o amor é essencialmente perecível e na hora que nasce começa a morrer. Só os começos são bons. Há então um delírio, um entusiamos, um bocadinho do céu. Ma depois! … Seria pois necessário estar a começar, para poder sentir?
Eça de Queiroz 

...





“Manejar sabiamente uma língua é praticar uma espécie de feitiçaria evocatória.”
Charles Baudelaire

Hoje dispo-me


Hoje dispo-me
Ao som da música
Que me embala
Numa dança aprazível.
Movimento-me lentamente
Ao meu redor não existe nada.
Apenas a suave melodia
Que me faz vibrar

Por razões que desconheço ...


“Por razões que desconheço, nossas aproximações foram sempre pela metade. Interrompidas. Um passo para a frente e cem para trás. Retrocessos. Descaminhos. E me pergunto se, quem sabe um dia, na hora certa, nosso encontro pode acontecer inteiro.”
Caio F. de Abreu 


[Quem sabe um dia possa acontecer]

segunda-feira, 20 de agosto de 2012

PRECISO CONFESSAR!!


Porque preciso desse teu carinho
Do amor habitando em meu peito
Nesse teu sorriso doce, do teu jeito
Todos os dias alimentando o meu eu
Tornar real meus sonhos dourados
Todos intensos e povoados de você
Porque não vivo mais sem o teu olhar
Sensivelmente meigo a me encantar
A vida é mais iluminada ao seu lado
E eu não tenho medo de me emocionar
Porque preciso do teu coração inteiro
Batendo forte e gritando por mim
Preciso confessar: Já não vivo sem ti
Porque preciso desse teu carinho …

Katy Araújo

O Amor e o Medo



“O amor e o medo não podem andar juntos. Quem tem medo não entende nada de amor. Amar é, precisamente, não ter medo. É acreditar que se possui uma força imensa. Quem ama sabe que é também possuído e protegido pelo amor.”

Por FC  

DESEJO[MEU]



Penso em ti e posso sentir
Os teus lábios encostados aos meus …
Penso em ti e posso sentir
A minha pele sensível e quente
Esperando pela tua
Teu corpo colado ao meu
A tua boca que explora a minha
Penso em ti e posso sentir
As tuas mãos que percorrem o meu corpo
Que transborda de prazer
A espera do teu
Penso em ti e vejo que perco a razão
Deixo-me levar pela emoção
Pois preciso de amor
De paixão
De carinho
E é assim que penso …
E é assim que te tenho …
No meu pensamento
No meu coração

[Continuo a pensar em ti]

Sonhos ... Desejos ...


Minhas mãos procuram os detalhes do teu corpo
Deixo-me levar pelo cheiro do teu corpo
Pelos caminhos sem gosto que minhas mãos percorrem
E me deixo cair no meu/teu desejo 

Lembras?



De baixo dos lençóis, os nossos ruídos
Produzindo um acorde maravilhoso
O som saindo de nossos lábios sedentos
Emitindo palavras de carinhos e malícia?

Lembras?
Das nossas mãos atrevidas, a percorrer nossos corpos,
Tal qual um artesão, a esculpir com desejo, tão ardente paixão
Arrancando suspiros de arrepios e tesão?

Lembras?
Dos nossos corpos suados, a misturar os aromas
Roçando voluptuosamente, arrancando gemidos de prazer
Acabando por entorpecer nossos sentidos?

Lembras?
Das nossas loucuras, sem censuras
A descobrir movimentos mágicos
A procurar posições frenéticas e loucas?

Lembras?
De nossa alcova toda desarrumada,
Das nossas roupas espalhadas,
Daquele cheiro de amor pelo ar?

Lembras?
É claro que lembras... como poderia esquecer
Das noites de amores sem trégua
Dos gozos, gozados ao extremo
Até o esgotamento de nossas forças?

Lembras?
Nada poderia apagar esses momentos
Até as paredes guardam impregnadas
As imagens ali retratadas,
O cheiro de amor e o som dos gemidos.

Escrevo-te em mim



Por te Amar muito...
Tatuo Voce em minha
Alma...
Por te Querer tanto...
Leio meus Versos em
Teu Corpo...
Por Infinitamente te
Desejar...
Escrevo Você em
Mim!
(Renata Mangeon)

Entrelinhas ...


 “Mas já que se há de escrever, que ao menos não se esmaguem com as [ENTRELINHAS].

O melhor ainda não foi escrito
O melhor está nas ENTRELINHAS.”

Clarice Lispector



Teu corpo ...


O teu corpo é o meu desejo.
E ouso querer amá-lo novamente.

[Beijo-te]


No teu corpo leio as palavras de desejo que te escrevo … e com beijos te entrego
[Beijo-te]



Quero ...


Quero beijar-te, sussurrar-te ao ouvido palavras de amor e carinho, ouvir o teu coração acelerar, cravar-te todo o meu amor nas tuas costas, encostar todo o meu prazer no teu corpo, ouvir toda a nossa música bem alto no quarto. Transformar-me na tua vampira, sugar-te todo o êxtase, até te deixar em transe … vamos simplesmente brincar …
Sinto que queres tanto quanto eu.

Nudez



“Nudez pode ter um significado diferente, e muito mais intenso.
É assistir a uma mulher desabotoar suas fantasias, suas dores, sua história.
É erótica uma mulher que sorri, que chora, que vacila, que fica linda sendo sincera.
Que fica uma delícia sendo divertida.
Que deixa qualquer um maluco, sendo inteligente.
Uma mulher que diz o que pensa, o que sente e o que pretende,
Sem meias-verdades, sem esconder seus pequenos defeitos …”

Martha Medeiros