terça-feira, 28 de outubro de 2014

Apetece-me #40


Apetece-me 
Uma noite de sexo 
Louco
Selvagem
Sem tabus
Sem pudor 
Apetece-me
Saborear-te
Sentir-te 
Apetece-me
Gritar
Gemer
Suplicar por mais 
Apetece-me 
Uma noite de sexo
ANIMAL 
Apetece-me 
Apetece-te??? 

segunda-feira, 20 de outubro de 2014

So WET



Molhada ...
Sinto-me molhada …
Existem dias assim em que andamos com as hormonas aos saltos … completamente descontroladas … estes dias são terríveis …
Tudo o que mexe nos faz lembrar … sexo … sexo .... sexo .... e mais sexo ...
Dias em que um simples cruzar de pernas …. excita … incomoda … desconcentra ... sim hoje foi um desses dias em que tudo o que me vinha à mente era sexo … Oh My God … ainda por cima passar o dia em reunião é de facto incomodativo … dei por mim a cruzar a perna e apertar-me para me acalmar … discretamente para que ninguém percebesse ... e os pensamentos assaltam-me e começo a imaginar o que me apetecia fazer  ... e lá se vai o raciocínio, confesso que me perdi completamente … upss … salva pela pausa para o café … e depois de uma passagem rápida no WC para refrescar a cara com agua fria … lá voltamos para a tortura … e o tempo que teima em não passar …  
E finalmente chegou o final do dia … ai … até o simples caminhar … o roçar de perna uma na outra … aiii apetece por a mão .. apertar …
Entro no carro e aí já posso sentir a minha mão por dentro do vestido e sentir me ... estou quente ... muito quente ... molhada ...  pronta ... Oh My God … que vontade … que me agarres e sentir-te sem perguntas só  sentir-te entrar dentro de mim … penetrares me com força, por trás puxares me o cabelo ... sentir te todo, enterrado em mim ... como estou tão molhada é só deixar deslizar e engolir te  … sentir ...  aiiii que dor …
Depois hora do ginásio podia ser que me acalmasse mas não … novo tormento … homens muitos homens a fazer força e enquanto agarram nas barras e suspiram … “hummmmaaaaa”” my god!! e uma gaja com uma vontade danada a ouvir aquilo … que sofrimento …
Mulher sofre … apetece me que me agarres e que me comas ... sabes!?? assim mesmo toda...  todinha, ficar saciada desta vontade que te tenho …
Mas não !! … se fui para o ginásio molhada vim de lá encharcada a verdade é essa …

... aiii se tu me apanhas ... ou melhor ... aiii se eu te apanho ...

quarta-feira, 15 de outubro de 2014

Olhas-me

Com olhos de fome quente
Com a mesma força de sempre
Penetrante e íntima
Insaciável
Vê como me toco
Vê como se faz
Vê como gosto que faças
Delicia te,
Este presente é para ti ...
Deitada na cama
Enquanto me toco ...
Gosto de sentir os mamilos excitados na ponta dos meus dedos
De sentir a minha mão que agarra o meu peito
Sinto os meus dedos na minha boca
Sinto o meu pescoço esguio e arrepiado
Torço o meu corpo na cama, manifesto a vontade que sinto
Sinto o calor da minha mão
Que me aperta
Excito me com os meus dedos
Sinto o calor 
O calor que sinto, depressa é humidade que aparece sem querer …
Toco-me para que vejas o que quero que faças
Toco-me bem fundo
Alivio um suspiro de prazer


Desejo te... olho te nos olhos em sinal de consentimento
Levo a tua mão a mim
Vem... vem fazer igual,
Prova me assim como estou salgada de desejo
Substitui a minhas mãos pelas tuas
Sente-me,
desafoga a tua vontade nas minhas fantasias
Faz de mim tua loucura,
Transforma as tuas vontades em minhas
Desejo o teu toque


Mergulhar na tua boca
Sentir o teu beijo
Esta evasão incontrolável  que se apodera do meu corpo de tesão por ti
Dizer te ao ouvido que te desejo
Mordisco os teus lábios
Excito te de uma forma gostosa
De mansinho vou me chegando a ti
Sentes me, com a vontade que tenho, quente e pronta
E pela cintura chegas me a ti
De costas para o teu corpo sinto te
Beijas me a nuca
Sentes o meu cheiro
Ouço o teu respirar
Enches me a boca de beijos
Sinto a tua língua na minha
Dançam as duas
Excitas me a cada passo que dão
Sinto a crescer em ti a vontade de me sentir
Gosto das tuas mãos compridas e macias em mim
Que me humedece
Bebe-me com a tua língua que me leva à loucura
Prova-me


Desejo sentir te até me rasgares a carne e me penetrares
Que mergulhes o teu corpo no meu
Que sejamos um só unidos pela vontade do prazer ...
Acordarmos, dois corpos enrolados e cansados
No vidro da janela os nossos suspiros marcados
Na rua o cheiro do orvalho fresco da terra …


quinta-feira, 9 de outubro de 2014

Apaga este FOGO

Desce pelas curvas do meu corpo
Explora o meu corpo descobre novos caminhos
Segue até ao cume do prazer
… Não há qualquer perigo …
… Tem coragem e vem ...
Rebola comigo na cama, incendeia-me
… Mostra-me o teu lado animal …
Deixa me agarrar o teu corpo, arranhar te, cravar meus dentes na tua carne … saborear-te por inteiro
Quero amar, beijar, sentir, delirar, gritar!
Sente o fluido do meu corpo
És tu que me pões assim
Quente, humedecida por ti
… Abraça-me …
… Delira comigo …
… Esquece o mundo e entra no nosso …
No teu corpo sou sedutora, louca, provocadora…
… Vem …
… Provoca-me …


[Quero-te deixar louco, a vibrar de desejo!]
A minha boca procura-te e quer sentir
Quero um amor molhado
Um encaixe quase indecente, louco, perfeito
De desejo e tesão escaldante
… Sinto-me a queimar …
Quero-te!
… estou a delirar …
Deixa-me insana
Vira me do avesso,
Faz me escrava da tua vontade
Tira me da razão, que tanto me cansa e satura!
Desabafa sobre o meu corpo o teu desejo a tua paixão a tua vontade
Marca-me o corpo
Lambe-me, sente-me
De todas as maneiras
Abro-me para ti …
Bebe o néctar de escorre de mim
Deixa-me gritar de prazer e de dor!
Penetra me devagarinho, com força!
Explode dentro de mim!

Apaga este desejo que me desconcentra 
Apaga este fogo ..............................

sábado, 4 de outubro de 2014

Desejo


O teu cheiro que me aquece a pele
Tua boca que me provoca
Teus olhos, que me convidam
As tuas mãos, que me percorrem  
O teu corpo, que me sacia
Fico assim, com vontade de ti
Com vontade de te ter aqui perto de mim
Um desejo incontrolável de saciar a minha sede
Deixar o meu corpo entregue ao teu
O teu olhar que me despe
A tua respiração ofegante que me excita
Tocas me, arrepias me, sentes-me
Minha boca que pede desejo,
O desejo de percorrer o teu corpo quente
Deixa me atrevida
Mordiscar teus lábios, percorrer os teus lábios com minha língua
Perco-me na loucura que é devorar-te
Sentir o teu gosto que me sabe sempre a pouco, que me alimenta
Sugar o teu sabor,
Quero ter-te, sentir -te em mim
Deixa-me louca, sentir-te em êxtase
Fico encharcada de desejo, sente-me
Pedes-me,
Quero-te,
A sensualidade com que eu te sinto desaparecer em mim
Acaricio-te
Um abraço, que junta o corpo, ajuda ao encaixe do meu corpo no teu
Quero ter aquele prazer suado, que me deixa insaciável por ti, por nós
Hoje estou assim, com vontade de te ter por algumas horas
Ficar com o cheiro do teu corpo no meu

Desejo …