segunda-feira, 31 de agosto de 2015

LoveGuide - Publicidade Institucional

Um designer de Taiwan criou um conjunto de embalagens para preservativos com modelos de vegetais que (no formato) se assemelham a um pénis. O objectivo é que quem procura os preservativos tenha mais facilidade em escolher o tamanho adequado. Mais facilidade porque cada vegetal corresponde a um tamanho diferente.



LoveGuide é o nome da marca de preservativos que adoptou a ideia e dentro destes tubos estão pequenas embalagens que se parecem ao fruto em questão cortado às rodelas, aí sim está escondido o preservativo.
Existem cinco tamanhos diferentes - o maior, tem cinco centímetros de diâmetro e corresponde a uma courgette;  mas há ainda tamanhos idênticos a bananas, cenouras e, o mais pequenino com 3 centímetros de diâmetro, o pepino.
O designer espera agora que, os homens sejam capazes de identificar o tamanho do seu pénis ao agarrar na embalagem.
Cada tubo trás 12 preservativos que estão embalados individualmente nos tais recipientes que se parecem a rodelas do fruto em causa.


Feita a partir do cartão, a embalagem tem um design simples e discreto, com o logótipo da LoveGuide e um desenho da comida que escolheu.

(Parece me que LOVE SEX DUREX já era) 



quinta-feira, 27 de agosto de 2015

Fazemos sexo ou amor?


Por vezes somos confrontados com a questão: fazemos sexo ou amor?

Talvez fosse pertinente fazer aqui algumas considerações relativamente a esta questão......

Acham mesmo que fazem amor?

Na realidade, quando duas pessoas estão juntas e decidem ter prazer, sim, porque é disso que se trata, querem é que a química faça efeito, que a respiração se torne ofegante, que os corpos se toquem, que os cheiros e aromas se misturem, que o toque do outro nos faça estremecer, querem sentir a excitação do outro, porque isso faz aumentar ainda mais a nossa, querem experimentar e sentir um gozo, uma sensação de euforia, uma explosão, seguida de uma calma só comparável a um por do sol, num sitio deserto, numa tarde de outono...
Meus amigos … isso é sexo! É prazer, É bom e quem não quer assumir uma posição púdica assume-o … porque é fantástico.

Claro que é necessário dizer, que quando estão envolvidos sentimentos nesse acto, se houver amor, temos sexo com sentimentos muito mais intensos, mais sentidos, mais puros … mas temos sexo!!!


Então, já repararam que se a expressão "fazer amor" não for utilizada, temos mesmo de dizer: Que fazemos SEXO?! Sim, porque sexo é efectivamente o que fazemos! Gostem ou não da palavra, gostem ou não de o fazer, mas sejamos sinceros … SEXO é excelente e SEXO com amor é fantástico!

quarta-feira, 26 de agosto de 2015

Eu te proponho #3


*Fúria, tempestade, tremores, no mar dos lençóis de seda para ficarmos à deriva nas águas do prazer, procurando no céu dos teus olhos cadentes estrelas kamassutreanas desenhando em minha mente as mais loucas posições.*

terça-feira, 25 de agosto de 2015

"APETECES-ME"


A noite seguia o seu curso lentamente e a mente dispersava-se pelo silêncio da casa, o corpo já embriagado do vinho que escorria pelos labirintos da alma enquanto o fumo de mais um cigarro que se dissipava no ar … nesse momento e depois de tantos meses em que não respondi às tuas chamadas, em que liguei, não te falava. Não sentia nada por ti, nem raiva, nem carinho, nem ódio, nem amor, nem amizade, nem ternura, nem saudade, nada, rigorosamente nada e no entanto naquela noite liguei-te, sem saber se já estavas casado, ou se estavas acompanhado, ou até mesmo acordado. Liguei não por ter saudades tuas, nem tão pouco por ter vontade de te ver ou estar contigo, liguei unicamente porque tive saudades da forma animal como curvas o meu corpo e me penetras, tive saudades de toda a paixão carnal que colocas em cada estucada que dás enquanto me fodes e então liguei… e tu atendeste.
E depois de meio sermão … o qual não prestei atenção, simplesmente te disse “APETECES-ME” e em meia hora estavas em minha casa, e sem nada dizeres, olhas-te me com aquele olhar de desaprovação que por vezes me lançavas, mordi o lábio e sussurrei-te “APETECES-ME”, ainda refilas-te por todo aquele meu silencio mas quando coloquei a minha mão no teu sexo, o teu corpo estremeceu e a tua boca devorou a minha e num movimento brusco arrancas-te do meu corpo a pequena camisa que o cobria, lanças-te o meu corpo sobre a cama e depressa as tuas roupas desapareceram deixando transparecer todo do desejo contido em TI.


E sem demora viraste me de costas, apoiaste as minhas mãos sobre a cama, abriste-me as pernas e penetraste-me … ai estava a paixão que buscava, o desejo animal que me satisfaz … senti-te a cada estucada cada vez mais forte mais fundo, mais rápido, mais feroz tal qual um animal no cio, fizeste me vir … lambeste-me, chupas-te, mordiscas-te e penetraste-me outra vez e fodeste-me até deixares a minha pele marcada pelo teu néctar que escorria por mim …
Agora sentada na cama, relaxada, completamente saciada acendia mais um cigarro enquanto te vestias voltaste a perguntar “porque”, olhei-te e respondi “por nada” lanças-te aquele olhar indignado e pedi-te simplesmente para fechares a porta ao saíres … e sem conversas, nem respostas, virei simplesmente as costas …

Se te voltar a ligar será que atendes???

segunda-feira, 24 de agosto de 2015

O desejo é assim...


Enquanto não se satisfaz, consome-nos. 
Os dias tornam-se logos e insuportáveis. 
As noites ... ai as noites ... parecem não ter fim ... 
E o corpo grita sem ser ouvido. 
E a alma, essa só implora por outras mãos que percorram cada pedacinho da pele suada, que arde. 
E a pele, essa só súplica por prazer, tacteia no escuro ... sem encontrar... 
A boca que só procura um travo diferente de saliva ... 
E os olhos que só querem outros olhos para que se possam fechar. 
As mãos que querem agarrar a carne com cheiro a sexo ...  
E o sexo que se quer unir a outro sexo sempre que a vontade ressuscita...
(24/08/2012) 

Eu te proponho #2


*Entre mordidas e beijos que ouças minha voz liberta deixando no espaço o eco dos gritos da minha carne ansiosa por sentir o arrepio da tua pele quando teus dedos percorrem o caminho das minhas coxas*


Atrévete ...


La sutileza se instala en ese espacio intermedio entre la luz y la sombra. 
Agazapada espera el alma inquieta que la quiera descubrir y disfrutar…

Atrévete a entrar en la luz de mis sombras…

domingo, 23 de agosto de 2015

Tesourinho do passado #1


Desejo(meu)
Gostaria de ser algo suave
Passar por ti e sentir
Lentamente ... 
O perfume da tua pele
O calor da tua boca ...
A suavidade do teu olhar
Gostaria de sentir os teus dedos
Dedilhando no meu corpo
Em acordes perfeitos
Melodias ofegantes
Versos molhados ...
(2012)

segunda-feira, 17 de agosto de 2015

Eu te proponho #1


*Encontros à meia-luz em quartos de desejos com janelas de nudez, e portas escancaradas para receber com esplendor o amor fugido dos silêncios.*

(Aceitas??)